Dicas para aproveitar o Lollapalooza sem estresse

O Lollapalooza,que acontece nos dias 23, 24 e 25 de março, é um dos principais eventos de música do Brasil e, mais uma vez, será no Autódromo de Interlagos, Zona Sul de SP. Localizado no extremo sul da cidade, o Autódromo é um lugar imenso e por isso selecionamos algumas dicas pra tornar tudo o menos sofrido possível e você só curtir.

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Como chegar?

Trem

O meio mais simples para chegar ao evento é pela linha 9 – Esmeralda da CPTM, que tem ligação com o metrô linha 4 amarela, através da estação Pinheiros, e com a linha da CPTM 8 Diamante, através das estações Osasco e Presidente Altino. A estação mais próxima é a Estação Autódromo. O portão que dá entrada ao festival fica há 10 minutos da estação.

A dica é comprar o bilhete do trem de ida e volta com antecedência. A CPTM, por razões óbvias, não aceita o bilhete do metrô (são coisas diferentes). Então fica ligado!

A estação funciona até a meia noite.

Atenção: Ao descer na estação, não pegue um Uber/99/Cabify, pois as ruas ficam congestionadas. Como é bem pertinho, é melhor apostar na caminhada mesmo.

Ônibus

Há diversas linhas de ônibus que passam próximas ao local do evento. Elas vêm de diversos pontos, como Largo São Francisco, Aeroporto de Congonhas, Vila Mariana, Brás, Terminal Santo Amaro.

A produção do evento disponibilizará o Lolla Transfer que sairá de alguns hotéis da cidade para levar e trazer a galera do evento. Mais informações no site do evento.

Aplicativos de Transporte

Uber, Cabify e 99 estarão funcionando na região, mas por causa da alta procura, talvez a tarifa dinâmica esteja muito elevada e o tempo do trajeto poderá ser maior.

Carro

Quem for de carro poderá enfrentar um trânsito intenso na região. Em volta do Autódromo há estacionamento com preços variados. Os moradores da região, muitas vezes, disponibilizam suas garagens por um preço mais em conta. Vale dar uma rodada para tentar estacionar.

O que levar?

O site do evento disponibiliza uma lista completa de itens que entram de boa e os que são proibidos.

Itens liberados:

  • Alimentos como frutas cortadas (dá pra aproveitar e economizar uns dinheiros pra pagar a parcela do ingresso)
  • Barra de cereal
  • Câmera portátil (câmera profissional é proibido);
  • Produtos industrializados fechados;
  • Copos de água;
  • Entre outros

Próximo ao local há diversos vendedores de água e guloseimas. Pode compensar comprar os copos e deixar de reserva para aproveitar o show.

Itens proibidos:

  • Garrafas, latas, bebidas;
  • Bastão para tirar foto (“pau de selfie”);
  • Cartazes feitos com papelão grosso e/ou fixados a madeiras, canudos rígidos, etc;
  • Objetos de vidro.

Como aproveitar o show?

Faça um planejamento de todos os shows que você pretende assistir, alguns palcos são longe do outro, o que dificulta o trajeto e se tiver chovendo então, nem se fala.

Se quiser ficar na grade, é indicado chegar com algumas (várias) horas de antecedência e ficar em apenas um palco aguardando o artista.

Quem pretende aproveitar o show fora da multidão, pode contar com telões, de ótima qualidade.

Alguns shows possuem o horário bem apertado entre um e outro, por isso, não adianta sair dez minutos antes do início do show e querer ficar na grade por que não rola. O pessoal costuma ir mais cedo e ficar aguardando.

Se você conseguiu um bom lugar próximo ao palco e pretende sair para comprar algo e deixar um amigo guardando lugar, a dica é: não vá. Ou esteja consciente que não vai conseguir voltar.

Caso passe mal, basta sinalizar para os bombeiros que ficam próximo a grade do palco, eles te tirarão da multidão e farão o atendimento. Além dos bombeiros, o festival conta com espaços de atendimento ao público que não se sente bem.

O que comprar?

O festival possui algumas lojinhas próprias com camisetas dos cantores, vale a pena conferir!

A lista completa de consumíveis (comidinhas, bebidas, snacks) você encontra no próprio site.

As filas não são muito grandes e também há vendedores no meio da multidão para garantir que o público não precise ir até os stands para comprar bebidas, sorvetes, etc.

Ingressos

Os ingressos foram vendidos pelo site. Na porta há cambistas vendendo (mas não indico, afinal, é aquele ditado, né). Para quem usa meia entrada é pedida a carteirinha para comprovar.

No momento da entrada há revista, dividida em duas filas: homens e mulheres.

O que vestir?

Vista algo confortável, de preferência um shorts, camiseta simples e tênis confortável, afinal se quiser aproveitar ao máximo os shows, você andará muito!

Como o local não possui muitas coberturas, o sol pode atrapalhar um pouco, evite roupas em tons escuros.

Como é um festival, a regra é conforto. Muitas pessoas priorizam o “look” esquecendo que vai suar, pular, andar e acaba por não aproveitar o festival ao máximo.

Então, foque no conforto e não em parecer uma blogueira na semana de moda de Paris (Oi, meninas tutupom?).

Ah, apropriação cultural também não é bacana. Só uma dica 😉

Sinal de Celular

Para algumas operadoras, o sinal de celular é péssimo. Por isso, marque de encontrar os amigos em pontos fixos.

O festival vem para sacudir São Paulo, então, curta muito, tome muita água, passe protetor solar e aproveite o melhor do seu artista preferido!

Anúncios

4 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s