Clube do Livro #6: a série “Para todos os garotos que já amei”

Eu acredito firmemente que a maneira como somos introduzidos à literatura define nossas  preferencias para o resto da vida. Eu comecei a me interessar na adolescência, então era apenas natural que minha autora favorita na época fosse a Meg Cabot. Com o passar do tempo eu abri meus horizontes, mas por mais que eu tenha crescido e deixado a adolescência para trás (infelizmente), eu nunca abandonei a literatura juvenil. Principalmente quando se trata de romances, eu ainda recorro à autoras como Cabot.

Foi através de “Para todos os garotos que já amei” que conheci Jenny Han. Desde a primeira página, quando conheci Laura Jean Covey, eu sabia que tinha encontrado uma escritora preferida. Composta por três incríveis obras, o primeiro livro da série nos introduz à essa incrível personagem, cheia de excentricidades e que faz qualquer protagonista clichê passar vergonha. Nada em sua história lembra qualquer outra que já exista: se eu tivesse que definir essa série em uma palavra, seria adorável.

CUTE

A trama começa com um evento um pouco desconcertante para a protagonista Lara Jean: todas as cartas de amor que ela havia escrito e guardado são misteriosamente enviadas aos garotos que foram objetos de sua paixão. Esse é o ponto que determina o rumo da história, mas é ilusório pensar que é o acontecimento mais importante. Ao decorrer do livro acompanhamos as consequências de tal evento, e a relação de Lara com sua família é uma parte importante da narrativa.

E é por isso que essa história é tão especial. Porque trata de situações rotineiras na vida de uma adolescente de uma maneira delicada e bem humorada. A maneira como Han cria seus personagens é entretenimento por si só: cada um deles possui um conjunto de qualidades e defeitos que, combinados, os tornam únicos e extremamente relacionáveis. São eles que carregam a história, já que não existe um grande enredo; durante a série, nós acompanhamos a vida de Lara Jean no ensino médio e as partes mais empolgantes são derivadas dos obstáculos que ela encontra no meio do caminho.

awww-books

O mais fascinante nessa série é a maneira como a autora utiliza uma fórmula bastante clichê para sua história, mas consegue a tornar singular. Ao longo dos três livros, acompanhamos o relacionamento de Lara Jean com Peter e o molde “garota quieta fica com o garoto popular e ele, que parecia ser um idiota, é na verdade maravilhoso” cai por terra pela dinâmica dessa relação. A inocência e ingenuidade de Lara Jean torna até mesmo a combinação mais manjada da escrita em algo cativante.

Se toda a doçura de uma adolescente apaixonada não a convenceu a ler esta série, espero que isso vá: a estrutura familiar singular. Lara Jean mora com seu pais e duas irmãs, e todos eles são bastantes próximos. Apegadas em sua origem coreana, as irmãs compartilham segredos e cuidam uma da outra na ausência de sua mãe, que morreu quando elas ainda eram pequenas. A cada página que passamos, se torna mais evidente a importância que essa relação teve na construção da personalidade da protagonista e é impossível não ama-la ainda mais por ser tão ingênua e pura.

yDlWP5T

A grande sacada da autora foi criar personagens tão bem entrelaçados que todo o restante parece sem relevância. A trama fica em segundo plano e, o que inicialmente pareceria algo negativo, se torna parte do charme da série. É o conjunto de livro mais leves e encantadores que eu já tive o prazer de ler. Cada interação, cada cena, cada reviravolta é escrita de maneira tão simplória que torna tudo muito genuíno. No final da leitura, é impossível evitar o desejo de que tivessem mais livros para que pudéssemos acompanhar as peripécias de Lara Jean por, pelo menos, mais três anos.

8780843

Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s