6 músicas pra lembrar por que o emo tem que voltar

Tal qual Seth Cohen tanto enalteceu em The O.C, a música emo é muito boa sim. Mas infelizmente ela morreu muito rápido (apenas continua viva em nossos corações) e, desde 2010, esse estilo musical que muita gente ama odiar ou odeia amar deu uma sumida. Tanto no Brasil quanto na cena gringa, o estilo que pegou fogo em 2006 e fez todo mundo usar fotolog fez barulho sim. E aqui nesse post você vai encontrar 6 músicas, 3 brasileiras e 3 internacionais, pra lembrar da época que você não saia da frente da televisão pra ver MTV.

1) Panic! At The Disco – But it’s Better If You Do

tumblr_n2umef62yz1tvh16ho2_500-1

A banda de Brandon Urie, que agora é banda de um homem só, já foi muito emo. Hoje em dia, Brandon ainda faz músicas maravilhosas mas não passa mais pelo radar de todas as pessoas. Talvez você conheça o P!ATD por causa da mais famosa música deles, chamada ”I Write Sins Not Tragedies” ou por causa daquele filme onde a Meghan Fox é um demônio que mata vários caras, porém, por mais  que o Panic! tenha ficado eternizado por causa da pobre noiva no clipe da mais famosa música dos caras, eu escolhi “But It’s Better If You Do” pra gente matar a saudade do emo super sensual que Urie cantava onze anos atrás.

”And isn’t this exactly where you’d like me, I’m exactly where you’d like me, you know; praying for love in a lap dance and paying in naivet” 

Lembrou? Deu saudades? Que clipão né?

2) Simple Plan – Shut Up! 

tumblr_lo1l6mr07k1qg8wfd

Eu não sei porque mas sempre que vejo listas ou playlists de música emo o Simple Plan sempre fica de lado, mas eu, paulistana que sou, já vi até os caras ao vivo nos festivais que a MIXTV fazia antigamente. E quem lembra quando a banda de Pierre Bouvier veio pro Brasil em 2007 e fez show no Big Brother Brasil? Sim, aquele BBB que teve briga por causa de uma sunga branca e triangulo amoroso, na época que o Brasil só gostava de ver mocinhos no programa. Parece outra vida né? Tem quem diga que era.

”There you go, you’re always so right, It’s all a big show, it’s all about you”

A verdade é que não tinha como não se sentir um adolescente incompreendido com os hinos da banda.

3) Fall Out Boy – This Ain’t a scene, It’s an Arms Race

tumblr_nhvzf4yimo1togil5o1_500

Pra finalizar a parte da lista que é totalmente gringa, não podia faltar a banda de Pete Wentz. Você pode não acreditar mas de 2006 até 2010 o Fall Out Boy era considerada a banda mais problemática do momento. Eu disse que essa época parecia outra vida! Pete nWentz vivia tirando nudes e os outros membros da banda vivam sendo pegos com maconha, duas das coisas mais normais do mundo em 2016 e provavelmente 2017. Os hitmakers de ”Dance, Dance” ainda fazem músicas relevantes pro cenário música mas, assim como Brendon e o Panic!, não causam mais tanto barulho.

”At night we’re painting your trash gold while you sleep, crashing not like hips or cars, but more like parties.” 

Cada clipe dos caras era uma porrada, foi difícil escolher um.

4) NX Zero – Pela Última Vez

tumblr_o67ycnevch1rjcf4to1_r1_500

Não tinha como começar essa playlist sem falar deles. Junto da Fresno, a NX Zero foi uma das pioneiras do emo aqui no Brasil. Mas enquanto a galera da Fresno tava fazendo sucesso na Redenção no Sul o pessoal de São Paulo se jogava no som cantado por Di Ferrero. E foi assim que a gente começou a usar franja, cinto de rebite e ir pro rolê no shopping beber coisas que hoje em dia nos dão vergonha.

”Eu sei, nada vai mudar, mas tenho tanta coisa pra falar sobre você. Sobre mim. Sobre nós/Eu quero que prometa todo seu destino é meu.”

Era muito fácil ser pré adolescente no Brasil e agora que todos somos adultos nem tem música pra sofrer por crush ou amor perdido igual tinha naquela época. Que fase.

5) Hateen – 1997

brum71001835_640x480_1

Talvez essa seja a banda menos conhecida dessa lista, mas na época que o emo tava bombando na falecida MTV, o pessoal da banda não parava de tocar por lá. Eu particularmente só conheço duas músicas deles, ”1997” e ”Quem Já Perdeu Um Sonho Aqui”, que eram os clipes mais pedidos na programação. Enfim, essa música era sofrência na certa e colaborou muito pra gente ser emo sem nem saber o que é sofrer.

“De vez em quando a gente se encontrava nas escadas, eu tentava dizer algo;  você sempre dava risada”

Ah, as crushes….

6) Fresno – Polo

tenor

Se eu comecei a lista brasileira com NX Zero, nada mais justo que terminar ela com os gaúchos da Fresno. Hoje em dia a banda ainda é a maior do país e até canta com Caetano Veloso, mas não faz mais o mesmo som que fazia no começo, o que é compreensível, claro. Mas a Fresno teve tanto hit na época que foi difícil escolher um só aqui. Lucas Silveira e seus companheiros (e ex-companheiros também) tem muita história pra contar, e graças a eles a gente ficou por muito tempo sofrendo com gosto na adolescência.

”Cantando e mais do que isso gritando e às vezes até confessando que eu não sei amar”

Que hino, meus amigos! Agora que estamos todos nostálgicos deu até saudade de sofrer por bobeirinhas, né?

Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s