Representatividade no novo clipe do DNCE

Em 2016 fazem 3 anos que Jonas Brothers acabou. Apesar de ainda estarmos inconsoláveis, chegamos no ponto que já conseguimos ver além da saudade e focar nos pontos positivos. Um deles é o fato de Nick e Joe terem lançado carreiras independentes, nos presenteando com mais músicas legais para se viciar. Mesmo para quem não é e nunca foi fã do trio, já passou da hora de conhecer DNCE, a nova banda de Joe que vem bombando por aí.

be51a9c0-566c-0133-6d87-0aecee5a8273

Recentemente a banda pop lançou o clipe para a música “Toothbrush”, que já estava no nosso repeat desde o lançamento no ano passado. Sem esperar nada muito extraordinário, fomos surpreendidos no melhor sentido da palavra. A escolha de uma modelo “pluz size” (com o perdão da expressão estúpida) como protagonista amorosa de Joe nos chocou, e isso por si só é prova de que há algo muito errado no mundo.

Em mundo no qual as mulheres são bombardeadas por uma perfeição fabricada, é refrescante ver qualquer figura pública se manifestar contra tal padrão, mesmo que seja de uma maneira não verbal. É sutil, mas é importante. Principalmente porque qualquer tipo de representação física de um interesse amoroso em videoclipes, filmes e publicidade é sempre magra, alta, malhada e com cabelos sedosos. É desprovida de todas as “falhas” que nos fazem seres humanos. E nós mulheres, que automaticamente desejamos estar no lugar destas pessoas, que nos colocamos na situação apresentada, nos sentimos inadequadas com nossos corpos que não são iguais a de uma modelo da Victoria’s Secret.

Então é sim relevante, empoderador e necessário ver essa mudança em uma banda popular, que alcança uma faixa etária tão jovem e vulnerável a esse tipo de informação. Em meio a Justin Bieber, Shawn Mendes e todos os outros queridinhos da música pop que exclusivamente escolhem modelos “convencionais”, DNCE conseguiu quebrar um pouco dos estereótipos que rodeiam Hollywood com uma escolha bastante simples. E digo mais: a maneira como o fizeram é diferente do que já vem sido feito, pelo fato de mostrar a modelo Ashley Graham sendo sexy, poderosa e desfilando de calcinha pelo cenário, situações normalmente destinadas somente a mulheres com zero gordura corporal.

 

Obrigada DNCE por escolher uma modelo que não se encaixa nos padrões ridículos que nos são impostos. Obrigada porque pela primeira vez eu me senti representada. Ansiosamente esperando outros artistas grandes seguirem o modelo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s