por que você deve largar tudo e ver britney em vegas

IMG_0010

Nunca nos meus sonhos me imaginei indo para Las vegas. Sempre me pareceu um rolê meio coxinha e, como todos sabem, eu sou underground. Porém, existe 01 único motivo que me fez ir até lá e ele tem nome composto e sobrenome: Britney Jean Spears.

Desde que Britney anunciou sua residência em Vegas, em 2013, eu sabia que teria que ir até lá e comecei a viver só pensando nesse dia, trabalhar pra isso. Enquanto comprava o ingresso, resolvia o visto e bookava a passagem, assistia aos videos na internet me preparando para o grande dia em que encontraria com Brit, também conhecida como Jesus moderno. Já com a legenda da foto que ia postar no Instagram em mente e tudo, esse momento icônico aconteceu em fevereiro desse ano. Quando vi Deus, eae usava aplique e fazia playback.

Hoje é aniversário da Rainhaney, por isso, fiz esse post pra convencer todos a irem prestigiar esse espetáculo em Vegas. Sem contar que, pensando nos fãs brasileiros que estão tendo que encarar a alta do dólar em um país em crise, a cantora anunciou que vai ficar por lá mais 2 anos. É sua chance, migo! (Compre aqui seu ingresso)

Vegas é incrível

IMG_0016

Quando cheguei em Vegas de madrugada quase, dei uma choradinha. No caminho rodoviária – hotel, meu táxi percorreu um longo caminho, em que já era possível enxergar as luzes das dúzias de hotéis que vemos em filmes e formaram nosso caráter. Vegas é enorme, mas a parte turística fica localizada na Strip Boulevard: uma grande avenida, em que estão todos hotéis e cassinos famosos, e o aeroporto também. Só aí já se encontram vários lugares legais, lojas de lembrancinha, etc. Sem contar que a cidade tem sua própria Torre Eiffel! Quem vai pra Vegas, não precisar ir pra Paris jamais.

Vai ser patricinha, sim

Já que você tá em Vegas, vamos fazer o favor de ostentar! São tantos quartos de hotéis que a estadia sai bem em conta: eu paguei por um quarto pra duas pessoas cerca de 300 reais, o que gastei em duas noites em quarto compartilhado de um hostel em San Francisco. Tudo isso em um quartinho só pra mim, com cama gigante, banho de banheiro e produtos do hotel que eu fiz questão de trazer para o Brasil, óbvio. São diversas opções e dá pra ver vários pacotes no decolar. Claro que se você for ver Brit, você tem que ficar no Planet Hollywood! É lá que rola o show, além de ser quase um hotel temático Britney, com os elevadores decorados com fotos dela e as chaves do quarto (trouxe 3). Tem supermercado 24h, McDonalds, Subway, pizza e você sai dos quartos quase na porta do teatro do show, dentro de um shopping com cassino, lojas tipo H&M e, claro, a lojinha oficial da Britney, com todas as bíblias do pop (CDs), camisetas e etc.

IMG_0032
A imagem que você vê ao chegar na terra sagrada.

Ditadura do pop

Atualmente, Britney é a prefeita de Vegas (monarquia em processo de implantação) e você vê anúncios de seu show por toda a cidade, mas ela não é a unica atração da Strip. Por lá ainda estão Celine Dion, Shania Twain, Mariah Carey, diversas montagens do Cirque Du Soleil. Sem contar milhares de outras atividades. Como disse o tour guide que me levou para o deserto que fica há meia hora da cidade, Vegas é uma cidade especial em que você vai para fazer coisas grandiosas, criar memorias, tipo andar de helicóptero. No caso, Britney foi meu andar de helicóptero, rs.

IT’S BRITNEY BITCH

recadinho ds brit pros troxa #superacao #pieceofme

A post shared by Pedro Veloso (@emilydizola) on

Depois de mudar o cenário da música mundial para sempre e ser eleita nome mais influente da história, Britney se deu ao luxo de se fixar em Vegas para que os fãs pudessem ir até lá, tornando a cidade a nova Jerusalém. Brincadeiras à parte, qualquer um sabe que a cantora cansou do jogo da música pop: sem grandes divulgações ou clipes, hoje um dia um álbum dela não chega aos pés dos números de uma Taylor ou Adele. Em Vegas, Britney encontrou sua Sunset Boulevard,  um confortável exílio do showbis, mas que garante alguns bons trocados. No setlist do show, alguns do maiores hits, com coreografias maravilhosas, telões de última geração, luzes lasers, bungee jump da Brit. Tudo em playback e extremamente engessado pra não sair do roteiro nem nas falas de ‘boa noite’. Num teatro pequeno, com pouco mais de 4 mil lugares, você vê o show bem de qualquer lugar, dividindo o espaço com galera que veio pra uma farra em Vegas, bacherolettes e, claro, outros adeptos de Godney que vieram de longe,  como você. Se você é desses, tem que comprar ingresso para o Golden Pit – tanto faz left ou right. Você fica colado no palco e na passarela, sem precisar chegar muito cedo: quando eu fui, cheguei pelas 15h. Você fica cara a cara com a Brit e ainda faz amizade com as dancers e canta todas as músicas com a galera mais animada. No final, dá uma tristeza verdadeira quando ela vai embora em uma bola que lembra a nave da Xuxa. Mas ainda não acabou: na saída, dá pra ver vários looks icônicos expostos, incluindo o macacão de látex vermelho do clipe de “Ooops!… I did it again”, umas das peças mais importantes da moda do século 21.

Você vai embora de Vegas com a sensação de que vai viver uma eterna depressão pós-show. A minha ainda não passou, por isso talvez eu tenha que voltar lá em breve, aiai. Brit, me espera!!!

Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s