forever 21, eu fui

Uma redação tema-livre sobre a inauguração da Forever 21 (leia-se forever tuenti uan) em Porto Alegre.

Quando uma amiga me chamou pra ir na inauguração da loja em POA, eu me pilhei prontamente. Confirmei presença e mandei meu arrobinha do Instagram  – era requisitado pro credenciamento. Eu não fui até lá achando que encontraria o templo da modas, por mais que eu pague pau mesmo pra essas lojas gringas, tipo H&M. Mas ia ter comida e bebida, eu não tinha nada pra fazer no dia e era perto da minha casa. Também não preciso justificar tudo que faço aqui pra vocês, aff que saco.

20141204_201502

Mas a verdade é que, com o calor, eu deixei de ser gótico e tô aderindo à nova moda normcore, que é ser básico. O que é uma falácia, porque, se você é básico, você simplesmente é, não dá um nome pra isso. O que eu descobri nesse processo é que ser básico também dá trabalho. Vocês sabem o quão dificl é achar uma camisetinha branca decente?? Uma que fique legal, não estrague na 1ª lavada e dê pra dobrar as manguinhas, dando um ar despojado?? Essa é a minha missão sempre que entro na Renner pra ~~matar tempo~~, então esta seria minha motivação na Forever 21 também.

O que achei que fosse talvez um evento fechado, estava lotadissimo. Pelo jeito não era muito difícil conseguir 01 convite para o evento e o Instagram veio pra ficar mesmo. 01 lista com as tribos que estavam presentes:

  • Pessoas de agências de Publicidade de Porto Alegre
  • Pessoas que têm sites ou negócios com modas
  • 10 leitoras dessas pessoas que têm sites ou negócios com modas e que foram sorteadas para estarem lá
  • Bloggers
  • Mais pessoas de agências de Publicidade de Porto Alegre que chegaram mais tarde

Quero dedicar um parágrafo para falar das blogueiras, que estavam gravando vídeos e fazendo fotos em volta da loja. Vi uma duplinha fazendo sua parte no jornalismo multimídia colaborativo da internet 2.0 perto de um balcão de calças jeans skinny masculinas, muito animadas. Fico pensando em quem iria assistir aquilo, já que o público delas – outras bloggers e as 10 leitoras sorteadas – já deveriam estar ali mesmo, provavelmente fazendo um vídeo perto da arara de acessórios . Falo isso porque sei que o público desse site são só meus amigos mesmo (mas, ei, se você não é, seja bem vindo, volte sempre!).

20141204_201513
Isso era a mesa da comida

Apesar de ter achado as roupas bem legais e não muito caras, tô num momento corte de gastos, trazendo almoço num potinho para o trabalho e foquei na missão t-shirt branca/camisetinha cinza com cara de gasta. Tudo sem experimentar claro por que 1) que eu nem sabia onde era o provador (tinha masculino?)  e 2) se tivesse deveria ter uma fila gigante e de fila já bastava a do caixa. Mas ficar na fila normal e pagar é uma coisa extremamente normcore, logo me senti entre os meus semelhantes ali. Então pra encerrar esse post, uma tradicional lista de outros comportamentos normcore.

O QUE É O QUE NÃO É NORMCORE EM UM EVENTO:

  • Ficar na fila normal e pagar normal, o que já disse;
  • Outra coisa normcore é comer. Tinha bastante comida, tipo hamburguinhos; bebida quase não vi porque tinha muita gente;
  • Uma coisa que não é normcore jamais é tirar foto na frente do backdrop da marca, ou é, aí não sei mais;
  • Norms sempre levam o brinde do final, que sempre foi e sempre será uma ecobag;
  • Tomar 01 suco depois é normcore;
  • Tirar selfie ainda não decidi se é ou não, mas como no dia Wanessa e Sandy tinham feito, eu e minhas amigas fizemos um, mas foi 01 selfie irônico.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s