alguém pediu 2005 de volta? eu não

ou como o McBusted conseguiu fazer um álbum que teria rendido um contrato com a Fueled By Ramen em 2006, mas infelizmente, em 2014, é a pior compilação de músicas lançada o ano inteiro.

large (1)

* Aviso amigo: esse é um post com muito mimimi e muita mágoa, estejam preparados.

Sim, eu adoro reclamar e falo mal de tudo, mesmo que não tenha a mínima moral para isso. Se tem uma coisa que eu gosto ainda mais, é falar mal de algo que eu realmente sou fã, porque daí me sinto quase especialista no assunto e tudo fica 10 vezes melhor. Por isso mesmo, aqui estou e a vítima da vez é o McBusted.

Fiquei muito feliz quando Busted e McFly resolveram ~se juntar ~ e ainda acho que é a melhor coisa que aconteceu com o McFly desde, sei lá, a primeira vez que eles tocaram no Brasil (vamos ser sinceros, né, migos) e acompanhei tudo que aconteceu na turnê sold out que eles fizeram no Reino Unido no início do ano. Porém, há dois dias, eles lançaram o primeiro álbum como ~supergrupo e… 😦

Primeiro que o CD foi escrito e lançado mais rápido que primeiro single de artista que sai do X Factor, claramente pra tentar se aproveitar do ~~frenzy que tava rolando, mas::: não rolou. Obviamente, pois artistas com mais de dez anos de carreira deviam saber melhor do que achar que os fãs iam comprar qualquer coisa só porque era deles. Na real, quem sabe comprassem mesmo se tivessem tido um mais esforço e o cd fosse, assim, só um pouquinhozinho melhor.

tumblr_nexgj2goRD1r5pwxxo1_400

Eu não vou nem me prestar a falar de faixas como “Riding On My Bike” e “In Da Club”, pois elas são apenas vergonhosas e ofensivas. Eu vim aqui pra falar mesmo de composições feitas com nomes como Mark Hoppus, Alex Gaskarth e Madden Brothers, que podem não significar muito no mundo pop mainstream ou no underground hype, mas são marcos de três diferentes gerações da falecida ~~cena pop punk~~. E dá pra ver que é exatamente isso que o MdBusted tenta fazer: um álbum pop punk.

Fica claro quando a primeira faixa, “Air Guitar” começa e você pensa “onde foi que já ouvi isso?”, não de uma forma que se entende que ali tem uma inspiração de algo que já foi lançado antes (como tudo que se faz hoje em dia), mas no limiar do plágio mesmo. Se isso viesse de qualquer banda com mais relevância midiática fora do Reino Unido, na hora já entrava uma galera falando OPA O SUM 41 FEZ ISSO PRIMEIRO.

tumblr_nemrzlVJPY1tjrr0go1_500

Daí você pensa: ok, foi um deslize, vamos em frente que não vai acontecer de novo, os guris têm experiência. Mas a segunda faixa começa, ela tem participação (tanto nos vocais quanto na composição) do Mark Hoppus. Os mais nostálgicos pensarão em Simple Plan e I’d Do Anything, os mais otimistas esperarão uma faixa com influências do Blink sem a chatice pós Angels and Airwaves. Não, não. “Hate Your Guts” te faz cantarolar “Happy Holidays, You Bastard” e prova que o Mark não sabe mais o que está fazendo da vida mesmo.

Na próxima música, “What Happened To Your Band?” (que talvez seja a menos pior de todo o álbum) você fica tentando lembrar de que ~hit do New Found Glory saiu aquela introdução. Será que é “My Friends Over You” ou “Something I Call Personality”, foi a dúvida que surgiu quando mostrei a faixa a outrem.

E essas, amigos, são apenas as melhores partes de um álbum, que continua soando como o pior do pop punk genérico que encantou guriazinhas (eu inclusa) nos idos anos de 2005. É verdade que estão dizendo por aí que o pop punk vai voltar e pedindo pra defender o ~estilo com unhas e dentes; mesmo que isso seja verdade (e não me oporia nem um pouco ao movimento), confio muito mais em bandinhas criadas por jovens de 15 anos que cresceram na cena, do que um grupo de caras com 30 anos que surgiu e cresceu tocando música pop em arenas para adolescentes britânicas.

tumblr_nfm02dji5s1qcq4b7o1_r1_500

Ouvi o álbum na horinha que foi lançado no Reino Unido e vou dizer que nunca antes na história da minha vida um conjunto de músicas me ofendeu tanto. As 15 faixas da edição deluxe são, na minha humilde opinião, muito bem representadas pela imagem acima: bagaceiras, sem sentido, fora de contexto, de mau gosto e completamente estúpidas. Ufa, esse desabafo me fez bem.

Pra finalizar, vê se é possível não odiar uma banda que vai conhecer a Kate Middleton com esses cabelos (e a gente achava que o One Direction tava na pior):

large

Mas vô tá lá na turnê quando/se vierem pra cá porque sou trouxa mesmo.

Anúncios

4 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s